Inscrições deve ser feitas na Coordenadoria de Relações Internacionais (Crint). Foto: Ascom/ UFRR.

Um grupo de advogados em Roraima declarou apoio a mobilização contra o corte de 30% na Educação, anunciado pelo Ministério da Educação (MEC), no último mês de abril. O protesto está marcado para às 14h desta quarta-feira (15), no Centro Cívico de Boa Vista.

O grupo ‘Advogados Progressistas’ reúne, ao menos, 50 profissionais. Um dos representantes explicou que a associação é apartidária e a única finalidade, de hoje, é contrapor as medidas do presidente Jair Bolsonaro (PSL).

“Pretendemos nos reunir, como advogados, e nos juntarmos aos manifestantes, aos estudantes das universidades públicas, das escolas públicas e movimentos sindicais para prestar nosso apoio”, disse o advogado Bruno Cassiano. O nome do grupo, segundo o advogado, é devido às pautas contrárias que afrontam direitos fundamentais.

Na manhã de hoje, universidades, institutos e escolas de Roraima paralisaram as atividades em protesto contra o corte dos recursos. Com o bloqueio, a Universidade Federal de Roraima (UFRR) perdeu, ao menos, R$ 22 milhões e o Instituto Federal de Roraima (IFRR), R$ 6 milhões.

Comentários no Facebook