Suspeito foi preso pela Polícia Militar, quando levava a namorada para atendimento médico. Foto: Arquivo/Neto Figueredo/Secom-RR

Os servidores do HGR gravaram na manhã desta sexta-feira (31) um parto realizado no pronto atendimento do Hospital Geral de Roraima. Segundo eles, o local não possui estrutura para esse tipo de atendimento, que, obrigatoriamente tem de ser feito na Maternidade Nossa Senhora de Nazaré.

Confira: 

 

Secretaria de Saúde do Estado – A Sesau (Secretaria de Saúde) informa que a referida paciente não tinha conhecimento da gravidez e foi conduzida a uma unidade de urgência e emergência para atendimento relacionado a dores abdominais.

Ao dar entrada no HGR (Hospital Geral de Roraima), no dia 15 de maio de 2019, às 15h14, a paciente iniciou voluntariamente o trabalho de parto e o Estado não pode negar atendimento médico, mesmo que não seja na unidade adequada.

O atendimento emergencial foi feito no HGR, uma vez que não havia tempo hábil para deslocamento até à Maternidade e, isso poderia comprometer a integridade da mãe e da criança.

Logo após o procedimento e estabilização, a paciente e filho foram transferidos para o Hospital Materno Infantil Nossa Senhora de Nazareth, unidade apropriada para esse tipo de atendimento.

Deixe seu comentário

Please enter your comment!
Please enter your name here