Foto: reprodução

O senador Chico Rodrigues (DEM-RR), um dos vice-líderes do governo, decidiu voltar atrás e retirou sua assinatura de apoio à proposta que proíbe o nepotismo na administração pública. O prórpio senador tem como suplento o filho, Pedro Arthur.

Rodrigues disse que assinou a proposta sem ler direito e na correria.

O texto, do senador Styvenson Valentim (Podemos-RN), veda essa prática. Se tivesse em vigência, Jair Bolsonaro, por exemplo, não poderia ter indicado seu filho para embaixador nos Estados Unidos.

Deixe seu comentário

Please enter your comment!
Please enter your name here