Foram apreendidos um revólver calibre 38, um rifle calibre 22 e uma pequena quantidade de munição. Foto: Divulgação/Polícia Civil

Um homem foi preso na manhã desta quinta-feira (15) com arma e munições durante ação de investigação da Polícia Civil sobre a tentativa de homicídio contra o prefeito de Iracema Jairo Ribeiro (MDB). O chefe do executivo municipal foi baleado no braço no dia 11 de dezembro de 2018, quando visitava uma vila na região.

A ação coordenada pela equipe da Polícia Civil de Mucajaí, em parceria com o Grupo de Resposta Tática (GRT), cumpriu dois mandados de busca e apreensão. Duas armas de fogo, além de munições foram apreendidas. O nome do preso e sobre a relação com o atentado não foram divulgados.

De acordo com informações prestadas pelo delegado titular de Mucajaí, Alberto Oliveira, o inquérito instaurado para apurar o atentado contra a vida do prefeito Jairo Sousa tramita em segredo, decretado pela Justiça, motivo que detalhes atinentes às investigações não poderão ser revelados pela Polícia.

O delegado destaca que as diligências foram cumpridas no município de Iracema com apoio tático do GRT.

Foram apreendidos um revólver calibre 38, um rifle calibre 22 e uma pequena quantidade de munição. Uma pessoa foi presa em flagrante. O Auto de Prisão em Flagrante foi realizado pelo delegado da Delegacia de Iracema, Luciano Silvestre.

O delegado Alberto Oliveira, que preside as investigações que apuram a tentativa de homicídio contra o prefeito, informou que as investigações já foram concluídas e o relatório final está sendo remetido ao Poder Judiciário.

Comentários no Facebook