Fotos: reprodução

O guitarrista e produtor musical Ximbinha está sendo acusado de agressão e tortura contra uma ex-vocalista da banda Cabaré do Brega, da qual ele o ex-Calypso é dono. A informação foi divulgada pelo ex-deputado federal Wlad Costa, que diz ser amigo da cantora Carla Maués. As informações são da revista IstoÉ. O ex-deputado paraense ficou nacionalmente conhecido ao fazer uma tatuagem homenageando o ex-presidente da República, Michel Temer (MDB).

Costa contou que em uma live no Facebook que a artista está traumatizada após as supostas agressões. “A Carla não falou para a imprensa. Ela me procurou porque está muito traumatizada e machucada. Ela precisa de uma medida protetiva. As ameaças contra ela continuam. O marido e a genitora dela estão aflitos”, comentou o ex-parlamentar.

“Ela foi torturada e agredida na frente da própria filha, seu vagabundo! Você agrediu a Carla dentro do estúdio do Dedê. Todos conhecem, em frente ao Adílson Moreno. Dentro do estúdio. E a menina, a Carla, estava com a menina dela, seu pilantra! O que você tem contra as mulheres, cara? Vai te tratar, amigo! Você é um psicopata. Quinta vítima, com a mulher Joelma, te denunciou na delegacia”, continuou Wlad.

O ex-deputado declarou, ainda, que Carla dará uma entrevista sobre o caso em breve.

Nesta quarta-feira (15), a cantora esteve no programa A Tarde É Sua (Rede TV!), de Sônia Abrão, e explicou o caso. Em uma ligação por telefone, ela contou que está muito arrasada com a situação e pretende procurar a Justiça. Ximbinha negou todas as acusações.

Abaixo, confira a live de Wlad Costa denunciando as supostas agressões do artista:

 

 

FonteIstoé

Deixe seu comentário

Please enter your comment!
Please enter your name here