Barreiras sanitárias foram montadas e buscam orientar, avaliar saúde e controlar tráfego de pessoas na cidade. Mas, segundo moradores, a fiscalização é feita por profissionais que são da saúde. Foto: Reprodução/Site Prefeitura de Bonfim

Após a confirmação de um caso do novo coronavírus em Bonfim, a Secretaria Municipal de Saúde informou, nesta quarta-feira (25), que existem quatro registros suspeitos sob investigação. Um deles é parente do primeiro paciente e apresentou sintomas da doença. O município é fronteiriço com Lethem, na Guiana.

O homem infectado, que tem 37 anos, e sua família estão em isolamento domiciliar. “Eles não saem de casa nem recebem visitas. Temos um enfermeiro que está acompanhando o caso de perto e todos os dias vai até a residência deles. Lá, verifica a situação de saúde, medicamentos, afere temperatura, mas todos estão bem”, disse a secretária de Saúde de Bonfim, Lisete Spies.

Combate à covid-19

Em virtude da pandemia, o prefeito de Bonfim, Joner Chaga (Republicanos), decretou situação de emergência na saúde municipal nesta quarta. A medida define novas formas de combate à covid-19.

Com o decreto, fica autorizada a dispensa de licitação para aquisição de bens e serviços destinados exclusivamente ao enfrentamento da emergência. Também foram instaladas quatro barreiras sanitárias que buscam orientar, avaliar a saúde e controlar o fluxo de pessoas na cidade.

As abordagens são realizadas por equipes de saúde, com o apoio da Polícia Militar. As barreiras estão instaladas em pontos estratégicos da BR-401, RR-206, RR-207 e uma no entroncamento da estrada da Vilhena com a comunidade Taboca.

Barreiras estão instaladas em pontos estratégicos da BR-401, RR-206, RR-207 e uma no entroncamento da estrada da Vilhena com Taboca Foto: Divulgação

A Secretaria Municipal de Saúde vai regulamentar as ações, horários e abordagens das equipes, para respeitar o direto constitucional de ir e vir. O horário de trabalho no serviço público considerado não essencial de Bonfim foi reduzido, passando a ser das 9h às 12h, com um servidor por setor e em regime de escala.

Busca ativa

Conforme Lisete Spies, as equipes de saúde estão fazendo a busca ativa das pessoas que tiveram contato com o paciente infectado ou com parentes dele, fora do ambiente familiar, quando ele ainda estava assintomático ou já apresentava os primeiros sintomas.

Caso ainda não tenham sido contatadas, a secretária pede que essas pessoas procurem o serviço de saúde mais próximo para informar se têm ou não algum sintoma.

Quanto aos outros três casos, a suspeita é de transmissão comunitária (quando não é mais possível identificar o transmissor da doença). São moradores de Bonfim que não tiveram contato com o paciente infectado e que igualmente estão em isolamento domiciliar.

Os quatro casos suspeitos tiveram as amostras encaminhadas na tarde desta quarta-feira ao Laboratório Central, em Boa Vista, onde será feito o exame para detecção de covid-19. Os resultados ficam prontos entre 24 e 72 horas.

Deixe seu comentário

Please enter your comment!
Please enter your name here