Foto: Google Street View

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) vai reembolsar no mês de maio as pessoas que haviam se inscrito nos processos seletivos para recenseador e agente censitário. As seleções foram suspensas devido às medidas de isolamento social em prevenção à disseminação do novo coronavírus.

Em nota divulgada nesta quarta-feira (25), o IBGE informou que as informações cadastrais de cada um dos pagantes será repassada pelo Cebraspe, empresa que organizava os processos seletivos. Os valores vão ser disponibilizados na forma de ordem de pagamento, a cada um dos candidatos, nas agências do Banco do Brasil. A data prevista para o ressarcimento é 18 de maio de 2020.

“Reiteramos que todos os candidatos/pagantes serão integralmente ressarcidos e as orientações para o recebimento dos reembolsos serão amplamente divulgadas a todos por e-mail e nas páginas oficiais e demais canais de comunicação do IBGE e do Cebraspe“, diz o comunicado.

Censo adiado

Estavam planejadas visitas de 180 mil recenseadores a cerca de 71 milhões de domicílios em todo o Brasil. Além da dificuldade de contatos pessoais dos recenseadores com a população, por causa da epidemia, foi levada em consideração a impossibilidade de treinamento da força de trabalho, que começaria em abril.

“Para a realização da operação censitária em 2021, o IBGE estabeleceu formalmente com o Ministério da Saúde o compromisso de realocar o orçamento do Censo 2020 em prol das ações de enfrentamento ao coronavírus, mantidas por aquele ministério. Em contrapartida, no próximo ano, o Ministério da Saúde realocará orçamento no mesmo montante com vistas a assegurar a realização do Censo pelo IBGE”, informou a nota, assinada pelo conselho diretor do instituto.

O próximo Censo Demográfico terá como data de referência o dia 31 de julho de 2021, com coleta de dados prevista para o período entre 1º de agosto e 31 de outubro daquele ano.

Deixe seu comentário

Please enter your comment!
Please enter your name here