Foto: Arquivo Pessoal

Poucas horas depois de ser intubada em razão da covid-19, Nívea Regina dos Santos Silva, de 32 anos, precisou passar por uma cesárea para dar à luz os gêmeos que estava. A mulher estava grávida de oito meses e teve o quadro de saúde agravado por complicações da Covid-19. No entanto, uma das crianças morreu. O parto aconteceu nesse sábado (10), no Hospital Geral de Roraima (HGR).

De acordo com a Secretaria de Estado de Saúde (Sesau), Nívea foi transferida para o HGR no último dia 5, por esta ser a unidade de referência para o tratamento da doença e ela ter dado entrada na unidade em estado grave.

“Ela deu entrada na Maternidade sentindo dores no corpo e febre. Fizeram o exames e deu positivo. Ela não estava evoluído e fizeram a transferência para o HGR”, disse uma familiar.

Apesar da transferência, Nívea seguiu em estado grave na unidade e teve que ser intubada para tentar a recuperação. “Ela estava muito fraca e com falta de ar. E ela passou mal ontem pela amanhã. E resolveram entubar”, complementou a familiar. Pouco tempo depois, ela foi submetida à cesariana para retirada dos bebês, por conta da piora no quadro da Covid.

Ainda de acordo com a Sesau, o parto foi realizado, mas um dos bebês teve uma parada cardiorrespiratória e morreu. A outra criança segue internada na UTI neonatal em estado grave. Nívea também continua com quadro crítico. “A paciente e o bebê vivo estão sendo atendidos dentro de todos os protocolos médicos”, finalizou a Pasta.

2 comentários

  1. Gostaria de saber cadê o atendimento humanizada para as famílias que seria emolantado na maternidade e no HGR, pq o que aconteceu por parte de alguns profissionais foi falta de respeito com a família, arrogância, falta de comunicação será que não basta as famílias ja estarem passando por todo sofrimento e não poder questionar pergunta querer notícia de seu ente querido, no caso da minha prima nivia até boletim médico falta um dia.

  2. É uma falta de respeito com os familiares, eu como prima da Nívia Regina estou arrasada com essa situcacao, foi internada no HGR dia 05/04 e por 4 dias vinha sofrendo dores (Contrações) gravidez de gêmeos era de risco, toda vez que íamos atras de notícias era uma contradição, mais sabíamos que Nívia e os bebês não estavam bem, por 2x fomos atrás do boletim (quarta e na quinta) pra saber o quadro de saúde da Nívia não tinha boletim nenhum, os médicos continuavam escondendo de nós familiares notícia dela, oque nós deixava super revoltados, e na sexta foi que uns dos médico decidiu conversar com o meu irmão e falou que ela tinha piorado, e que no último caso, teria que entubar, foi oque aconteceu ontem por volta das 13:00hras a Nívia foi entubada, foi chamado a reportagem fizemos a denúncia por negligência, e por volta das 22:30 realizaram a cesariana onde um dos gêmeos não restitiu e faleceu, meu príncipe ia se chamar” José Gael “🥺 Maria Helena sua irmã, está na maternidade em estado crítico, minha prima a situação dela não é das melhores, mais está nas mãos de Deus, só Deus pode fazer um milagre na vida da minha prima e sua filha Maria Helena, ela tem mais 4 filhos, 2 sobre os cuidados dela” Ícaro e Valentina” estão com saudades da mãe, isso é oque nós deixa mais triste🥺😥. Justiça de Deus tarda mais não falha. Creio que minha prima vai sair dessa situação e vai voltar para casa.

Deixe seu comentário

Please enter your comment!
Please enter your name here