Alunos foram flagrados em carroceria de transporte escolar. Foto: Arquivo pessoal

Crianças no município de Uiramutã, região Nordeste de Roraima, foram flagradas sendo levadas para escola em carroceria de transporte escolar.

A cena, registrada nessa semana, mostra sete crianças sentadas no compartimento de carga de um veículo e um outro carro com apenas uma garota em pé. As crianças são da comunidade de Água Fria e estudam na escola estadual indígena São Sebastião.

Um professor da região, que pediu para não ter o nome divulgado, informou que ao menos 130 alunos dependem do transporte escolar.

Ele conta que no ano passado a empresa contratada pelo governo de Roraima disponibilizava dez veículos, do tipo caminhonete, para transportar as crianças. Hoje, esse número reduziu para seis e os alunos precisam se acomodar nas carrocerias dos veículos.

“A maioria dos alunos vão na carroceria. Ficam expostos ao sol, chuva e, principalmente, colocando a própria vida em risco”, relatou o professor.

O que o governo diz
A Secretaria de Educação e Desporto (Seed) informou, em nota, que a escola estadual indígena São Sebastião do Cailã é atendida com seis veículos, do tipo pick ups, para transporte escolar dos estudantes. A empresa responsável é a Uiramutã Transporte.

Ainda segundo a nota, o Departamento de Apoio ao Educando realizará vistoria na referida rota. “Constatando a real necessidade, o quantitativo de veículos para atender a unidade de ensino poderá ser aumentado”, diz o documento.

Comentários no Facebook