Casal foi preso por suspeito de aplicar golpes de cartão de crédito em idosos. Foto: Divulgação/Polícia Civil

Um casal de São Paulo foi preso em Roraima por suspeita de estelionato, segundo informou a Polícia Civil nesta segunda-feira (21). Uma das vítimas chegou a perde R$ 2 mil.

De acordo com as informações, Felipe Alexandre Alves da Silva e Alice Nascimento da Silva, ambos de 23 anos, se passavam por funcionários de banco para roubar dados de cartões de crédito de idosos. Eles faziam saques e compras em lojas de Boa Vista para vender os produtos na internet.

Os dois foram autuados em flagrante pela equipe do Plantão Diferenciado no 1º Distrito Policial na última sexta-feira (18), e tiveram as prisões preventivas decretadas pela Justiça.

Ao ser preso, Felipe Alexandre confessou que vem praticando o golpe em idosos, por meio do cartão de crédito, em diversos estados brasileiros. Para a prática do golpe, há o apoio de outro criminoso que mora em São Paulo, que ainda não foi identificado e que detém os dados pessoais das vítimas.

Sobre o golpe
O golpe consiste em enganar as vítimas, por meio de uma ligação telefônica, em que o golpista se passa por gerente de determinada agência bancária e informa à pessoa “escolhida” que o cartão de crédito teria sido clonado.

Durante a conversa, o golpista informa que para resolver a situação, o cartão seria cancelado e que um funcionário da agência bancária iria até seu endereço para buscá-lo.

“O suspeito se apresenta com um crachá da agência bancária, com o nome de um funcionário. Neste momento ele consegue as senhas das vítimas e as fazem assinar um suposto documento, com papel timbrado da agência bancária, e recolhe os cartões das vítimas”, explicou o delegado Jorge Wilton Nepomuceno.

Duas vítimas foram identificadas pela Polícia Civil. A primeira, de 68 anos, teve prejuízos superior a R$ 2 mil. Com o cartão de crédito da vítima, o acusado fez várias compras em um Shopping da cidade.

A vítima teria relatado a situação ao filho, que visualizou o local da compra e mobilizou a família para localizar o criminoso.

Já a segunda vítima, de 65 anos, perdeu R$ 600 quando o suspeito fez um saque. A idosa desconfiou da atitude do golpista, mas como estava sozinha com uma neta, temeu por sua vida, pois acreditou que ele estivesse armado. Ela conseguiu bloquear o cartão momentos antes dele conseguir efetivar uma compra no valor de R$ 2 mil.

Apreensão
O casal foi preso em um hotel de Boa Vista. Vários produtos comprados pelo golpista em um shopping da cidade foram apreendidos pela Polícia Militar. Ao delegado Nepomuceno, o acusado disse que chegou a aplicar o golpe em três vítimas em Boa Vista, mas a terceira ainda não foi identificada.

Ele e a companheira foram autuados em flagrante pela prática de crime de estelionato e submetidos à Audiência de Custódia. A Justiça converteu a prisão em flagrante dos dois em prisão preventiva e os dois foram apresentados ao sistema prisional.

Comentários no Facebook